calvicie

Calvície: Saiba Tudo Sobre Ela

Category Saúde

Tudo sobre queda de cabelo

A queda de cabelo é um problema que afeta homens e mulheres, porém, a calvície masculina tende a ser mais severa. O estresse e os fatores hereditários têm levado cada vez mais pacientes aos consultórios e clínicas em busca de uma solução para a perda capilar, que é em alguns casos pode ser irreversível. Geralmente, a solução é o implante capilar acompanhado do PRP (plasma rico em plaquetas), que é uma técnica pioneira. Ela utiliza as próprias plaquetas do sangue do indivíduo com a finalidade de aumentar o crescimento do cabelo. O método é inovador e tem alcançado 100% de sucesso.

Causas da queda de cabelo

A maior causa da queda de cabelo é hereditária, tanto no homem quanto na mulher. No entanto, também existem outras causas, como oriundas devido à diminuição da produção hormonal, doenças autoimunes (como o lúpus), eflúvio telógeno (que pode se intensificar, por exemplo, após uma gestação) e ao estresse.

Outra causa do eflúvio telógeno é o próprio estresse. Porém, para que a queda capilar se transforme em calvície é necessário que o indivíduo tenha um nível muito acentuado de estresse, além de possuir uma herança genética favorável à calvície. Com o aumento da queda, o cabelo pode se tornar incapaz de atingir o mesmo comprimento dos fios de uma pessoa que não sofra com a queda de cabelos, logo, aquele indivíduo começa a ficar mais calvo.

Calvície feminina

Muitas mulheres se tornam calvas devido ao estresse e à alopecia androgenética feminina. Em geral, as pessoas imaginam que poucas mulheres possuam calvície, porém, nos últimos anos tem crescido bastante o número de mulheres calvas nos consultórios médicos. Como o cabelo é uma das partes que dá mais feminilidade à mulher, a queda dos fios pode abalar bastante sua autoestima.

Diferença entre transplante capilar e implante capilar

O implante capilar é caracterizado pelo uso de um cabelo artificial. Já no transplante capilar os fios utilizados, que são retirados da área doadora e introduzidos na receptora, pertencem ao próprio indivíduo. O transplante de cabelo de uma pessoa para outra não é possível devido à possibilidade de rejeição. Antigamente, havia uma técnica antiga que realiza implante de cabelo artificial, mas ela não é mais utilizada atualmente.

Técnica de transplante FUE

Uma das técnicas recentes de transplante de cabelo é denominada FUE. No processo, com uma máquina (de 1 mm a 0,8 mm, o que depende da espessura do cabelo do paciente) o cirurgião retira todos fios individualmente. Em seguida, os cabelos são levados ao microscópio. Os fios viáveis são introduzidos na área receptora. É possível transplantar de 2.000 a 5.000 fios por cirurgia. Para se ter uma ideia, 5.000 fios é o número usado para recobrir toda a área frontal da cabeça. 300 fios são usados na linha frontal. A partir da terceira linha são colocados mais fios para acrescentar maior volume.

A quantidade de sessões depende de cada caso. Geralmente, calvícies em fase inicial são resolvidas através de uma única sessão. Algumas pessoas precisam passar por outras sessões.

Clique no link a seguir, para saber mais sobre o implante capilar.

PRP

Juntamente com o transplante, o paciente pode ser submetido ao PRP. Neste caso, o sangue do próprio paciente é extraído e inserido em uma centrífuga, fazendo com que ele passe por um processo delicado. O plasma é então extraído do sangue. Como ele é rico em fator de crescimento, os folículos adormecidos são estimulados a se desenvolverem novamente. Ao somar a técnica de transplante capilar com o PRP, a viabilidade e a chance de crescimento dos fios se tornam muito maiores, afinal de contas, o PRP amplia a oxigenação e a formação de vasos no couro cabeludo, o que por sua vez leva à amplificação do número de folículos. Logo, o resultado tende a ser muito satisfatório.

Existem pessoas que recebem indicação apenas para o PRP. Em alguns casos de alopecia de grau extramente avançado, não há como o indivíduo realizar o transplante capilar. Primeiramente é preciso tratar o cabelo para somente depois realizar o procedimento. O cabelo de uma pessoa calva se torna extremamente fino e frágil devido ao processo de miniaturização dos fios, ao término do qual o cabelo passa a ser semelhante ao cabelo infantil. Ao fortalecer o folículo, o transplante dos fios acaba sendo facilitado, pois eles se tornarão mais fáceis para serem manipulados.

Contraindicações do PRP

Existem pacientes que não podem passar pelo PRP. Trata-se de pessoas que possuam doenças relacionadas ao sangue, como HIV, hepatite C e anemia falciforme. No caso, o sangue desses pacientes está comprometido e não pode ser utilizado.

Preço do PRP e do transplante capilar

Cada sessão do PRP custa em torno de R$ 1.000,00 a R$ 1.600,00. O procedimento também é realizado na face com o intuito de aumentar a produção de colágeno e melhorar a textura da pele.

Já o transplante é um pouco mais caro, girando em torno de R$ 10 mil a R$ 20 mil. Quando o procedimento é feito em duas sessões, cada uma delas é realizada em dias diferentes, pois cada cirurgia leva, em média, sete horas. O paciente permanece acordado, tomando apenas um remédio para relaxar. Logo, o processo tende a ser bastante cansativo. As duas sessões também são utilizadas quando há a intenção de utilizar uma quantidade maior de cabelos a serem introduzidos em uma área mais extensa.

O tratamento é totalmente particular. Como se trata de um procedimento estético, ele não é coberto pelos convênios médicos. No caso da alopecia androgenética, o único tratamento oferecido é o medicamentoso. Por sinal, a finasterida (1 mg diária para os iniciantes) pode proporcionar ótimos resultados.

Renascimento capilar após internação hospitalar

Quando o paciente fica internado por muito tempo, ele pode perder cabelo devido à formação de escaras. Porém, se ainda existirem folículos na região afetada, o fios nascerão novamente. A pele local fica muito fragilizada perante as úlceras de decúbito. Após o renascimento capilar a condição da pele melhora substancialmente.

Como perceber a queda de cabelo

Ao começar a notar que está se perdendo uma quantia superior a 100 fios por dia, o indivíduo pode encarar isso como um sinal de que ele já adentrou o processo de queda capilar, que por sua vez pode ser transitório ou permanente. Quando o tratamento é realizado de forma precoce, os resultados tendem a ser bem melhores. Afinal, a área calva, que receberá os fios transplantados, será bem inferior. Além disso, o preço do procedimento tende a ser mais barato.

Escovas progressivas

O fator preponderante para a calvície é genético. Entretanto, as mulheres têm efetuado uma enorme quantidade de escovas progressivas. Trata-se de um método que destrói o cabelo, removendo a hidratação interna dos fios. Isso tem levado as mulheres a apresentarem cada vez mais problemas capilares e calvície.

Autoestima masculina

Embora raspar a cabeça seja uma moda recente, muitos homens acabam tendo sua autoestima diminuída em virtude da calvície. Além disso, em alguns casos, a área central calva pode acabar envelhecendo o semblante do indivíduo.

Créditos: http://remedioparaquedadecabelo.net.br/